X
Menu
Subscrever newsletter:

Aulas Regulares

Associação PédeXumbo (Atualizado em: 9 Novembro, 2018 )

Aulas de Dança e Música no Espaço Celeiros 2021/22

Terça-feira, 18h30 às 20h00 | Orientado por Ana Silvestre

Para dançar sozinho, em par ou em grupo, as Danças do Mundo são recomendadas para quem dança mas também para quem nunca dançou e se quer divertir!

Num mundo de ritmos, desde os mais simples marcados a dois tempos como são as marchas, funanas, contradanças ou ritmos mais rápidos como são os quatro tempos das polcas, passando pelos três tempos das valsas ou mazurcas. Mas sendo este mundo tão rico em culturas com danças muito diferentes, não vamos deixar de dançar os ritmos complexos da Macedónia ou da Bulgária, ou as danças de ilhas como Cabo Verde, a Polinésia ou o Japão.

30€ mensalidade normal;
25€ mensalidade para sócios da PédeXumbo

Reserve já o seu lugar e faça a sua pré-inscrição. Lotação máxima de 12 pessoas no espaço.

Os pagamentos relativos a esta actividade deverão ser efectuados por transferência bancária, até ao dia 8 de cada mês, para IBAN Associação PédeXumbo.

Mais informações:
Márcio Pereira
+351 913 742 993

marcio.pereira@pedexumbo.com

Quarta-feira, 17h30 às 18h30 | Orientado por Mariana Correia

Quando dançamos, comunicamos através do nosso corpo.
Através do jogo e da dança, vamos brincar e descobrir novas formas de interacção.
Partindo de um vasto repertório de Danças do Mundo, começando em Portugal e passando por países como a Irlanda, França, Cabo Verde, Brasil ou Grécia, vamos explorar as diferentes culturas através das suas danças.
Nestas sessões de Danças do Mundo vamos experimentar dançar em par, em quadrilha, em roda e assim descobrir como é bom dançar acompanhado.

Dos 6 aos 14 anos.

30€ mensalidade normal;
25€ mensalidade para sócios da PédeXumbo

Reservem lugar e façam a pré-inscrição. Lotação máxima de 12 pessoas no espaço.

Os pagamentos relativos a esta actividade deverão ser efectuados por transferência bancária, até ao dia 8 de cada mês, para IBAN Associação PédeXumbo.

Mais informações: Márcio Pereira | +351 913 742 993 | marcio.pereira@pedexumbo.com

Sexta-feira, 19h00 às 20h00 | Orientado por Carla Sabino

O que é o meu corpo? Como se move? Vamos pôr o corpo em movimento através da sua fisicalidade, expressividade e criatividade. Vamos perceber como o corpo se organiza, se constrói e se projeta. Serão desenvolvidos exercícios de técnica de dança contemporânea, floor work, sequências de movimento e improvisação. Aulas para pessoas com ou sem experiência em dança contemporânea.

Mensalidade: 20€ p/mês

Duração: 60 min

Contato: carlamsabino@gmail.com | 963730417 

Carla Sabino
Carla Sabino, iniciou os seus estudos em dança, no Forum Dança, Curso Dança na Comunidade. Posteriormente ingressou na Escola Superior de Dança em Lisboa, licenciando-se em Dança. Teve formação com Jácome Filipe, Magali Lanriot, Siylvia Rijmer e São Castro, na Companhia Olga Roriz; Peter Michael Dietz e Ricardo Ambrózio, no Estúdio 5; Nélia Pinheiro, na Companhia de Dança Contemporânea de Évora; Teresa Ranieri, Barbara Griggi, José Grave, Amélia Bentes, na ESD; entre outros.
Como intérprete, destaca o seu trabalho com Madalena Vitorino, Amélia Bentes, André e. Teodósio, Jorge Andrade, André de Campos e Benoit Maubrey.

Quinta-feira, 19h00 e 20h30 | Orientado por Sérgio Concha da Escola de Dança Negrita

Kizomba é um género musical e um estilo de dança originário de Angola. A sua batida é forte e o seu ritmo contagiante! Privilegia a dança a par, trabalhando a conexão entre os dois, a coordenação motora, a capacidade de improviso e de condução da dança e, na mulher, a expressão feminina com alguma sensualidade. Trabalha assim a confiança e auto-estima em quem dança com regularidade!

Seja a par ou a solo, qualquer pessoa se pode inscrever nas aulas e aprender a dançar do zero.

Inscrições e mais informações para negritadanca@gmail.com 

Venham experimentar e a primeira aula é GRATUITA!

Facebook Escola de Dança Negrita 

Quarta-feira, 12h45 às 13h35 | Orientado por Marta Figueira

Nestas aulas os alunos vão desenvolver a técnica e as suas competências no método de Pilates, através de um treino equilibrado e efetivo de todo o corpo. Iremos trabalhar na melhoria da coordenação, alinhamento, flexibilidade, equilíbrio e força, com especial ênfase no “core” (centro de força).

Mensalidade: 27€ 1x/semana

Duração: 50 min

Contato: marta.ficus@gmail 

Marta Figueira, praticante de Pilates desde 2003, fez a sua formação inicial de Pilates pela escola Body Control Pilates (Londres), entre 2008 e 2010, ano a partir do qual se dedicou exclusivamente ao ensino e estudo do método de Pilates. Tem realizado várias formações e especializações ao longo dos últimos anos, nomeadamente, Pilates para grávidas, Pilates com pequenos equipamentos, Pilates clínico e Pilates miofascial. Encontra-se, actualmente, a frequentar o mestrado em Exercício e Saúde.

Segundas e quartas-feiras das 19h00 e 20h30 | Orientado por Nídia Luz

Nas aulas de Sevilhanas e Flamenco privilegia-se o desenvolvimento motor, psicológico e artístico, estimulando a consciência corporal e a sua expressão, coordenação e sincronização de movimentos, postura, sensibilidade musical ritmada e estimulação da memória na apreensão de diversas coreografias.

Inscrições e preços diretamente com a professora – Nidía Luz (962 9055 14)

Lotação máxima de 12 pessoas no espaço.

Sextas-feiras das 20h30 às 21h30 | Orientado por Miguel Briske

O Chikung e o Taichi são duas disciplinas psico-físicas muito antigas que
herdaram os conhecimentos milenários da medicina tradicional chinesa e da prática Taoísta. De forma sintética, incluem exercícios físicos suaves, tanto em movimento como em quietude, coordenando várias técnicas de respiração profunda que utilizam a concentração para guiar o movimento da energia pelo corpo, restaurando a sua saúde e vitalidade.

Recomenda-se a utilização de roupa confortável e ampla para esta atividade.

Benefícios
Proporcionam aos seus praticantes enormes benefícios como a regeneração total do organismo, a recuperação do bem-estar psíquico e físico, conseguindo prolongar a sua expectativa de vida.
Com uma prática correta e constante é possível afinar cada um dos sistemas corporais – circulatório, respiratório, linfático, hormonal, músculo-esquelético – melhorando o funcionamento dos órgãos internos e aprendendo a focar e relaxar a mente.

Metodologia Científica
O nosso foco, tanto no ensino como na prática do Chikung e do Taichi, tem como base fundamental a coherencia de um conceito Taoísta chamado “San Bao” que se traduz como os três tesouros:

精Jing Corpo
氣Qi Energia
神Shen Espírito

Este conceito ensina-nos que estes três elementos estão intimamente relacionados e que o trabalho deve avançar desde o más denso ao mais subtil. Isto implica que em primeiro lugar a nossa prática começa com o treino consciente do corpo físico, recuperando a unidade corporal e realizando a correção da postura completa a partir da qual desenvolvemos uma mecânica corporal precisa e um método de respiração consciente acorde a esta. Depois deste trabalho inicial vamos integrando, de forma gradual, os outros dois aspectos. Com esta base, os mecanismos físicos e energéticos do corpo auto regulam-se e desenvolvem-se de maneira natural em muito pouco tempo!
O Chikung não serve para aprender ou adicionar técnicas corporais novas, senão que é uma ferramenta utilizada para recuperar os mecanismos naturais intrínsecos que perdemos ao longo da nossa vida.

Investimento: 30€ / mês (2 aulas /semana) | 20€ / mês (1 aula /semana) | 8€ / aulas avulso

Contato para inscrições: +351 912 271 625 | isabel_wuyidao.world@icloud.com

Destinatários: Jovens e adultos / público geral

MIGUEL BRISKE

Nasci em 1974 em Santa Rosa, La Pampa, Argentina. Comecei a praticar artes marciais em 1985  – pratiquei 3 anos de Shotokan Karate e depois 2 anos de Sipalki. No início de 1991 descobri o Kungfu, que teve um enorme impacto na minha percepção das artes marciais e da preparação e treino físico. Tanto que, a partir de então, decidi dedicar-me exclusivamente ao seu estudo e prática. Estes conhecimentos serviram, a nível pessoal, para recuperar umas lesões dolorosas crónicas que tinha nos meus joelhos, eliminando a necessidade de uma operação arriscada e corrigir a postura das minhas pernas e pés, fortalecendo-os e criando uma estrutura que me permitiu uma mobilidade extraordinária e a possibilidade de treinar a alto nível. Considero-me um investigador incansável e eterno aprendiz desta nobre disciplina. A atenção a cada detalhe e a precisão em cada prática é a minha paixão . A combinação entre a liberdade e a segurança de movimento que isso gera é o meu prazer .  Permanecer fiel às formas originais de prática, estudá-las com uma mente aberta e racional ao mesmo tempo, fora de todos os dogmas, é o meu lema . Manter meu corpo em excelentes condições, ter uma mente calma e tornar-me num melhor ser humano dia após dia, são meus objetivos pessoais. Partilhar meu conhecimento com quem quer aprender sinceramente é o meu caminho.

Terça-feira às 20h30 | Orientado por Mariana Correia

Cantar é acordar o corpo.
Começamos pelas extremidades que suavemente se movem, a energia flui pela coluna até ao resto do corpo, os pulmões estendem e distendem, num compasso constante, e quando damos conta, tudo respira. Um corpo em movimento é um corpo que fala.E se fizermos isto em conjunto? Conseguem imaginar a força desses movimentos?
Aqui vamos criar um espaço para fazermos música juntos, com a nossa voz e com o nosso corpo como motor. A conexão irá acontecer nas entrelinhas, nos olhos fechados, nas respirações em conjunto. – Mariana Correia

O repertório a explorar será variado, desde canções tradicionais, passando por alguns dos nossos cantautores portugueses, e terminando nos músicos locais, nossos contemporâneos, que vivem ao nosso lado, que fazem a música de agora.
A proposta consiste em encontros semanais com a duração de 1h30, onde iremos explorar a voz e o corpo, através de aquecimento físico e vocal. e seguidamente, exploraremos temos musicais variados, encontrando diferentes dinâmicas e harmonizações.
Um dia, uma sábia menina disse “Um só é triste, um coro é feliz.”, e eu acredito nisto. Nada como experienciar para acreditar, por isso, deixo-vos este convite aberto. 

Público Alvo: Todas as idades

Duração: 1h30m

Valor: 20€/mês

Inscrições: meri.ramoscorreia@gmail.com | 965197509

Segunda-feira das 17h30 às 18h30 | Orientado por Mariana Correia

“Quem canta, seus males espanta.”
Através de jogos de exploração do corpo e da voz, vamos descobrir como é bom estar juntos e cantar.
Partindo da música tradicional e do cancioneiro português, e seguindo por novos caminhos, explorando novas sonoridades através da percussão corporal e de pequenos instrumentos, criaremos uma nova voz, o conjunto das nossas vozes que serão uma. 

Público Alvo: 6 aos 14
Duração: 1h
Valor: 20€/mês
Inscrições: meri.ramoscorreia@gmail.com | 965197509

Dia e horário a combinar com a professora Mariana Correia

Nestas aulas individuais serão abordadas diferentes técnicas de respiração e irão ser fornecidas as ferramentas necessárias para elaborar um bom aquecimento vocal e corporal, em contexto de aula e fora da mesma, assim como diferentes exercícios para uma prática vocal saudável. As aulas serão adaptadas tendo em conta os objetivos e expectativas de cada aluno.

Duração: 1h

Valor por hora: 15€ 

Contato: meri.ramoscorreia@gmail.com | 965197509

Nasce em Portimão onde inicia muito jovem os estudos musicais. Começa por estudar piano, em 1991, na Academia Joly Braga Santos, e prossegue o estudo de Formação Musical e de Conjunto Coral. Oito anos depois, descobre o violoncelo, instrumento que até hoje a acompanha. Desde cedo, torna-se membro do Coro de Câmara do Coral Adágio, em Portimão. Em 2010, enquanto frequenta a licenciatura em Musicologia na Universidade de Évora, descobre as danças de matriz rural europeias. Durante um breve retorno a Portimão, entre 2014 e 2016, dinamiza um grupo de Danças do Mundo no espaço Portas do Sol, a par da criação do Coro Experimental, atividade que desenvolve na Associação Cultural Contramaré – Portimão. Realizou várias formações de clown, exercendo funções de atriz, música e co-criadora no espectáculo infantil entre 2010 e 2011, “Palhacello” pela companhia PimTeatro (Évora), com direção de Osvaldo Maggi.
Entre 2017 e 2019, frequenta o curso de Jazz, na vertente de Canto do Hot Clube de Portugal na Escola Luiz Villas-Boas, onde explora a técnica vocal e a comunicação entre músicos, em variados contextos musicais. A par da formação jazzística, aprofunda também o conhecimento da música de matriz tradicional, através de algumas oficinas.
Em Agosto de 2018, participa numa residência artística, “Ethno Orquestra” em Castelo de Vide, Portugal, um projeto para músicos de todo o mundo, onde durante duas semanas têm a oportunidade de partilhar músicas e cultura dos seus países, culminando na realização de um concerto apresentado em algumas cidades. Em Agosto de 2019, volta a participar numa “Ethno Orquestra”, desta vez em São Paulo, Brasil, através da de uma Bolsa de Mobilidade cedida pelo comité de Ethno World, JM International. Em Dezembro de 2019, estreia o espetáculo “Haverá”, pela Companhia InsanaCena (Lisboa), onde contribui como co-criadora da música e sonoplastia da mesma. Estreia em Março de 2020, no Festival Artística em Évora, um novo projeto musical, “O Lado de Dentro”, onde em duo com Joana Ricardo revisitam e transformam através do canto e do violoncelo, alguns temas de cariz tradicionais, assim como algumas criações próprias. Atualmente, leciona aulas de Dança do Mundo em diversas Escolas Básicas do concelho de Évora.

Dia e horário a combinar com o professor Flávio Bolieiro

Duração: 1h
Dias: A combinar com o professor
Local: Espaço Celeiros

Valor: 15€ por hora
Contacto: Flávio Bolieiro | 914 367 827 | fbacordeao@gmail.com

Flávio Bolieiro

Entrou no mundo da música aos 12 anos na Sociedade Filarmónica Cartaxense. Em 2008 ingressou no Conservatório de Música de Santarém no Curso Supletivo de Acordeão com o Professor Vítor Mira, e no ano letivo de 2015/2016 termina o mesmo com média de 17 valores. Em Maio de 2016 participa na XXa Semana Internacional do Acordeão em Alcobaça onde faz uma Masterclass de Acordeão com o Professor Frank Angelis e participa no 21o TROFÉU NACIONAL / 2o CONCURSO INTERNACIONAL DE ACORDEÃO “Alcobaça 2016”, obtendo o 3olugar na Categoria “Prémio Vitorino Matono”. Em Junho participa no 1oCONCURSO DE ACORDEAO E GUITARRA PORTUGUESA DE SANTARÉM, onde obteve o 3o lugar na Categoria Sénior Concerto. Em Agosto de 2019, é convidado a ser membro Associado honorário da ARFC – Alentejo e Ribatejo Film Commission, associação sem fins lucrativos, criada com o objectivo de captar de uma forma “friendly” produções cinematográficas, televisivas e fotográficas, nacionais e estrangeiras, contribuindo para o desenvolvimento do sector e induzindo benefícios económicos, turísticos, laborais e culturais. Tem realizado várias Master classes de Acordeão com professores de renome, Paulo Jorge Ferreira, Vítor Mira, Gonçalo Pescada, Ludo Marïen, Friedrich Lips, Vladimir Zubitsky e Frank Angelis. Mas também Master classes de Direccçao de Coro e Orquestra, com os professores Miguel Dinis e Hugo do Rosário. Atualmente, encontra-se no 3o Ano de Licenciatura da Universidade de Évora, no curso de música, na vertente de Interpretação, variante Acordeão. É Professor Acompanhador na Escola de Dança do Conservatório Nacional e Professor de Acordeão no Conservatório de Música de Santarém, na escola Ensemble Montemor e na escola de música da Sociedade Filarmónica Alpiarcense.  Leciona ainda aulas particulares de Acordeão, Iniciação e Formação Musical. Integra 7 espetáculos diversificados, Vórtice Project (3 Guitarras Portuguesas, Viola Dedilhada, Acordeão e Violino) com 2 tipos de espéctaculo (Música Portuguesa e The Beatles, respectivamente), Duo Flávio Bolieiro & João Correia (Acordeão e Viola) com repertório tradicional, World music, jazz, clássico, com composições e arranjos musicais de ambos, Trio Tridicional (Acordeão, Guitarra Portuguesa e Viola) com um repertório que inclui obras de Astor Piazzolla e Andy Cutting mas a sua essência baseia-se em música tradicional portuguesa, As Nossas Danças – REVIRAVOLTAS, Este Grupo surgiu de uma ideia de alguns ex-bailarinos do Ballet Gulbenkian e da Companhia Nacional de Bailado que se dedicam ao folclore estilizado. Ciranda, A ação do espetáculo centra-se no palco, ou espaço equivalente, onde decorrem 3 a 4 apresentações de danças e cantares tradicionais seguidas de bailes mandados com a duração de 60 a 90 minutos. São espetáculos seguidos de baile com demonstração e ensino das danças e cantares tradicionais, e o projecto MOA- Miguel Ouro Anima onde integra 5 grupos/espectáculos diferentes. O mais recente projecto que integrou, Meraki, que dá voz ao descoberta pelas potencialidades dos instrumentos na “World Music”. Por fim, Flávio Bolieiro (Acordeão Solista), com espectáculos de música tradicional e popular portuguesa, música clássica e música house.

Dia e horário a combinar com a professora Cláudia Amado

Duração: 1 hora

Valor por hora: 15€

Contactos: cmma.mus@gmail.com | 925944258

Cláudia Amado, natural de Évora,iniciou os seus estudos musicais em 2005 na Associação de Moradores do Bacelo – “O Acorde”, onde estudou com Francisco Carvalho, José Luís Anacleto e António Alfaiate. Em 2008, ingressou no Conservatório Regional de Évora – Eborae Mvsica, no Curso Básico de Flauta Transversal – Regime Articulado, onde teve aulas com o professor e maestro António Rosado. Em 2013, começou o Curso Secundário de Flauta Transversal – Ensino Artístico Especializado, orientada pela professora Mariana Moreira, tendo terminado o curso secundário em 2016. Em 2017, ingressou na Universidade de Évora, na Licenciatura em Música – Interpretação, Variante de Flauta Transversal na classe da professora Monika Streitová e terminou a licenciatura em 2020. Atualmente, encontra-se a frequentar o Mestrado em Ensino da Música, também na Universidade de Évora.

No âmbito de estágios e orquestras, trabalhou com os seguintes maestros: António Rosado, Ernst Schelle, Luís Clemente, Vasco Pearce de Azevedo, Mark Martley, Yan Mikirtoumov, Christopher Bochmann, Jean-Sébastien Béreau, Ricardo J. Espigares Carrillo e Claus Nymark, entre outros. Participou em estágios e masterclasses, onde teve oportunidade de trabalhar com Anabela Malarranha, Ana Maria Ribeiro, Ana Raquel Lima, Pierre Yves Artaud, Marina Camponês, Stefano Parrino, István Matuz e Christian Studler, entre outros.

Deu aulas de Flauta Transversal no Grupo Musical Paviense – Banda Filarmónica de Pavia no ano letivo de 2018/2019 e foi formadora de Flauta Transversal da Orquestra Juvenil de Sopros de Évora nos anos letivos 2018/2019 e 2019/2020 e formadora da Orquestra B (iniciação) no 4º Estágia da OJSE em 2019.

Dia e horário a combinar com a professora Inês Conde

Duração: 1h

Valor por hora: 15€

Contactos: inesdc5@hotmail.com | 918207362

Inês Conde nasceu em Torres Novas, Santarém, no ano de 1996.

Iniciou os seus estudos musicais no ano de 2009 em Percussão, na Banda Filarmónica do Centro Recreativo e Musical de Outeiro Grande (Torres Novas) com os Professores e maestros, Luzia Rocha e Bruno Praia. Em 2012, ingressa na classe do professor João Lopes, em Saxofone, no Conservatório de Artes Canto Firme de Tomar no curso profissional de Instrumentista de Sopros e Percussão. Em 2015, ingressa na Universidade de Évora na Licenciatura de Música em Interpretação com o professor Mário Marques. Durante a sua formação frequentou vários estágios de orquestra, e colaborou com diversos grupos como Orquestra de Sopros do Médio Tejo, Orquestra de Sopros da Universidade de Évora, Orquestra de Cordas da Universidade de Évora, Orquestra de Jazz da Universidade de Évora, The BellsWood Ensemble, entre outras, onde trabalhou com maestros como Kodo Yamagishi, Claus Nimark, Yan Mikirtoumov, Alberto Roque, Hugo Assunção, Reinaldo Guerreiro, Ferrer Ferran, Simão Francisco, Tiago Alves, Nuno Leal, Luís Casalinho, Félix Hauswirth, Shawm Smith, David Fiuza, entre outros.

Atualmente, frequenta o Mestrado em Ensino da Música na Universidade de Évora

Partilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Conteúdo relacionado
<
>
NOVIDADE: Taichi e Chikung todas as semanas no Espaço Celeiros
Chá Dançante - Feira de Natal
Inscrições abertas para "On-the-spot", o workshop de improvisação em dança com Raquel Nobre, no Espaço Celeiros!
Workshop “On-the-Spot” – improvisação em dança com Raquel Nobre
Dança e Coro-Infantil para os mais novos, nas Aulas Regulares do Espaço Celeiros
Regresso das Aulas regulares no Espaço Celeiros, com dança e música!
Inscrições abertas para o Workshop de Kizomba com Sérgio Concha, no Espaço Celeiros
Sessão Aberta do Coro-Matéria
O Coro-Matéria chega ao Espaço Celeiros com Mariana Correia, para acordar a voz e o corpo!
As Aulas de Kizomba estão de volta ao Espaço Celeiros, todas as terças e quintas-feiras
As Aulas Regulares de dança e música voltam ao Espaço Celeiros a partir de maio!
Vamos voltar aos bailes-concerto no Espaço Celeiros com a estreia de MERAKI, a trazer música sem fronteiras
12 abril a 20 maio - Curso Online de Cantar Tradicional e Adufe com Sebastião Antunes
Sebastião Antunes traz um Curso Online de Cantar Tradicional e Adufe, de abril a maio
Fiquem em casa, mas fiquem com a PédeXumbo e com a nossa OFERTA ONLINE!
As Aulas Regulares de Danças do Mundo continuam em formato Online
5, 6, 7 e 8 de abril - Ciclo de Formação A CRIATIVIDADE NAS DAS DANÇAS TRADICIONAIS - IV Módulo "As Danças Húngaras e as Danças Ciganas"
Estão convidados para o Chá Dançante com Mercadinho de Natal!
Chá Dançante com Mercadinho de Natal
Começam já esta semana, "Sábados a Dançar" com várias atividades para pais e filhos
1º Ciclo de Formação da Bolsa de Instrumentos PX
Está a chegar o 1º Ciclo de Formação da Bolsa de Instrumentos PX!
As aulas de Pilates começam em Novembro, no Espaço Celeiros
Este ano podem aprender acordeão, trompete, saxofone, flauta transversal, guitarra, trompa e violino, no Espaço Celeiros
As Aulas Regulares regressam ao Espaço Celeiros, com música e dança

Scroll to top